quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Lembranças de Antônio Marcos

O blog “Papo do Som” faz hoje uma homenagem a um dos grandes cantores da história do Brasil.
Estou falando de Antônio Marcos Pensamento da Silva, mais conhecido como Antônio Marcos. Se ele estivesse vivo, completaria 66 anos no dia 8 de novembro. Ele foi cantor, compositor, ator e humorista.


Antônio Marcos trabalhou como office-boy, vendedor e balconista de loja de calçados. Passou pelos programas de calouros, para chegar ao rádio e finalmente à televisão.

Gravou o seu primeiro disco em 1965. Um dos sues primeiros sucessos foi com a música “Tenho Um Amor Melhor Que O Seu” (composição de Roberto Carlos).

A partir daí, seguiram-se outros hits, como “Oração De Um Jovem Triste” e “Como Vai Você”  (depois regravada por Maria Bethânia e Daniela Mercury).
"Oração De Um Jovem Triste 

Como Vai Você”, de 1972 

Atingiu seu maior sucesso em 1973, com a música “O Homem De Nazaré”.
“O mundo só será feliz
Se a gente cultivar o amor...
Hey irmão, vamos seguir com fé
Tudo que ensinou
O Homem de Nazareth.."


Outras canções marcantes de Antônio Marcos foram: "Eu vou ter sempre você" e " Porque a a tarde chora tarde chora"
"Eu vou ter sempre você"

"Porque a tarde chora", grande sucesso de 1975

Em 1991, Antônio Marcos pretendia lançar um LP contendo uma versão de Imagine, de John Lennon, mas Yoko Ono, viúva de John, vetou a versão.

Ele morreu em 05 de abril de 1992, vítima de complicações resultantes do alcoolismo. Veja o vídeo falando sobre a morte dele no Jornal Nacional.

E na música "Quem dá mais" ele dizia o seguinte: 
“Quem dá mais por um cara que ousou acreditar nos seus
Quem dá mais por um homem que insiste na palavra Deus
Quem dá mais por um louco que discorda do computador
Quem dá mais por um velho ultrapassado que ainda crê no amor"

Na canção ele falava Eu quero me ver em 1996... pois eu quero saber como vão ser as coisas por lá”. 
Ironicamente, ele não chegou até lá. Mas foi uma grande reflexão do futuro.

Antônio Marcos foi casado com a cantora Vanusa, com quem teve as filhas Amanda e Aretha e também se casou com Débora Duarte, com quem teve Paloma Duarte.


Cantor de voz potente e extremamente romântica. As músicas de Antônio Marcos passavam uma carga emocional muito intensa e reflexiva.
Infelizmente morreu muito novo.


Texto de Daniel Vito

6 comentários:

  1. Rogério da Hora Moreira9 de novembro de 2011 17:23

    Oi Daniel
    E lembrando também que, na Jovem Guarda, ele fez parte do grupo Os Iguais, ao lado Mário Lúcio de Freitas, hoje um produtor musical (ele produziu as aberturas de "Os Cavaleiros do Zodíaco" e do "Chaves", por exemplo) e também de Marcelo Gastaldi (já falecido) e que viria a ser mais conhecido como dublador do personagem "Chaves"...Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Grande Rogério...
    Sempre com comentários que complementam e engrandecem os textos do blog!!!
    Obrigado pela colaboração!!!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. TIVE O PRAZER DE CONHECER ANTONIO MARCOS PESSOALMENTE HOJE TENHO MAIS IDADE DE QUE TERIA FOI LAMENTAVEL SUA MORTE PREMATURA SAUDADES SAUDADES SAUDADESDE VOCE MARCAO

    ResponderExcluir
  4. Ola. Gostei bastante. Por incrível que pareça estou conhecendo Antonio Marcos agora. Lindas canções, muito sentimentais, reflete bem a alma que ele parecia possuir.

    ResponderExcluir
  5. foi uma grande perda, voz inconfundivel, interpretação que emociona,

    ResponderExcluir
  6. Ela Vanuza nao era para ter entrado em sua vida. Foi seu fim. Assim penso. Era demais como compositor e cantor.

    ResponderExcluir