sábado, 28 de abril de 2012

"Você se Lembra?" Alphaville


O blog Papo do Som vai relembrar uma das ótimas bandas dos anos 80 ... Alphaville .


Nascida em Münster, na antiga Alemanha ocidental, em 1982, o Alphaville é uma das bandas pioneiras do New Romantic europeu. Tinha como integrantes Marian Gold (nome verdadeiro Hartwig Schierbaum), Bernhard Lloyd (Bernhard Gößling), e Frank Mertens (Frank Sorgatz).

O primeiro nome da banda foi “Forever Young” e depois alterado para Alphaville.


O grupo produziu uma das melhores canções da década de 80 (na minha opinião) “Big in Japan”. É o que eu chamo de música perfeita: desde o primeiro acorde você curte a canção e não consegue ficar parado. É uma das minhas favoritas dos anos 80.


O curioso é saber que Marian Gold ficou sabendo que “Big in Japan” estava no topo das paradas enquanto descascava batatas em um restaurante onde trabalhava como ajudante de cozinha.

O sucesso veio logo no primeiro disco, chamado “Forever Young”, lançado em setembro de 1984. Estourou nas paradas do mundo inteiro com as canções “Big in Japan”, ”Forever Young” e “Sounds Like a Melody” (esta canção depois regravada em dance music na voz de Randy Bush).

"Forever Young" foi outra música de muito sucesso. Reflete um dos mais remotos desejos das pessoas: Ser eternamente jovem. Toca até hoje em rádios "adultas". Uma bela canção!
"Eternamente jovem, eu quero ser eternamente jovem.
Você realmente quer viver eternamente? Para sempre ou nunca"



Infelizmente os outros discos ao Alphavillie não tiveram destaque e depois de se tornar mundialmente famoso o grupo foi sumindo ao longo da década de 1990, até praticamente desaparecer do cenário musical.

No ano passado, eles aproveitam o resgate do estilo oitentista e voltam à cena com o disco "Catching Rays On Giant", 13 anos após o último álbum oficial.

Para Marian Gold, o fato de o grupo ter sido esquecido não é motivo para  desapontamento. Na opinião dele, os discos anteriores do Alphaville foram feitos de forma mais experimental, e talvez por isso não tenham despertado o interesse do grande público.

Apesar de poucas canções, o que importa é que ficaram marcadas para sempre na história da música mundial.



Texto de Daniel Vito

2 comentários:

  1. Como não lembrar, escuto o tempo todo, big in japain e todo mundo conhece forever young.
    Ps: Lembrar não que eu não sou da época da banda mas, até parece que sou por que sou mais ligada em anos 80 que meus pais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bons tempos os anos 80,pois eu ouvia o som do alphaville mas não sabia quem cantava,hoge graças a era da internet comnheço todos os integrantes da antiga banda do alphaville.

      Excluir